Sustentabilidade Pessoal, "Cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é"

Risco & Recompensa, 07/11/2016

Depois de algum tempo, ao ler vários artigos de amigos meus, que escrevem com uma fluidez incrível, sobre temas que ajudam a pensar sobre questões, econômicas, políticas, comportamento, eu comecei a pensar como poderia também contribuir, compartilhar os conhecimentos adquiridos, as experiências vividas, principalmente em um ano repleto de incertezas, de dificuldades, um momento que as pessoas estão sedentas por descobrir, por se descobrir, procurando por aprendizado e uma forma de buscar uma "saída" para sua crise. Porque além da crise política e econômica instalada, que mexe com a vida de todo mundo, se instalou uma crise pessoal, de receios, de questionamentos sobre o futuro e sobre quem somos.

Há quase cinco anos assisti uma palestra sobre sustentabilidade pessoal fui tocada por uma frase de um palestrante –"como queremos falar de lixo reciclável, cuidar das matas e do ar, se ainda não aprendemos a cuidar das pessoas". A sustentabilidade tema em foco e atual em todo o mundo, que discuti recursos naturais e escassez, é igualmente importante para os seres humanos no que se refere as suas relações, seu desenvolvimento pessoal e sua missão no mundo. É necessário cuidar das pessoas, nas relações profissionais e pessoais, para que essas resgatem seus valores e possam retornar à sociedade com resultados positivos e motivadas à fazê-lo.

Criar e produzir vídeos, foi a forma que resolvi utilizar para me comunicar, vídeos que abordassem temas que considero importantes para o autoconhecimento e a busca de um propósito. Que mostrassem que colocando os pés no chão e a cabeça no lugar, teremos condições de explorar nossas competências, habilidades, gerar a atitudes necessárias para as ações e ir à luta.

Os temas escolhidos até agora, felicidade, propósito, mudança, autoconhecimento e feedback, trazem algumas competências em comum: planejamento, foco e o relacionamento interpessoal. Cada vez que sentava para preparar o roteiro de um dos temas, essas palavras voltavam, o que era melhor, faziam todo o sentido.

Percebi que a maioria dos projetos que eu havia construído, passou por essas etapas. O planejamento pode ter levado mais ou menos tempo dependendo da situação, mas onde ele foi bem elaborado, definido claramente, os projetos não tiveram ou tiveram poucas falhas, quanto os que não tiveram essa etapa, em sua maioria, deram errado. Fui acumulando aprendizado a cada ação positiva ou não.

O foco, esse é muito legal de falar, ele é desafiador. Porque se conseguirmos passar pela primeira etapa, de realizar um planejamento, onde determinamos onde queremos chegar é necessário, disciplina em manter o foco para realizar as etapas desse plano. Podem ocorrer percalços, mas toda e qualquer decisão para solucionar e ultrapassar os obstáculos, deverá ser baseada no objetivo inicial. Eu costumo brincar que é como o casamento, se o plano inicial era o de ficar junto, mesmo diante dos obstáculos comuns à vida conjugal, nas soluções propostas a opção separação não deve entrar na lista ou ser a última opção, mas nesse caso, o plano mudou, você terá que realizar um novo planejamento. Um plano de mudança!

No relacionamento interpessoal, entra a nossa habilidade em nos relacionar com as pessoas em todos os níveis e em todos os papéis que assumimos na vida. Para falar sobre como nos relacionamos não dá para não compreender primeiro quem somos. É na busca do autoconhecimento e da sua identidade que compreenderá quem você é, como lida com suas emoções, suas decisões e, entender que mensagem você passa para cada pessoa com quem se relaciona. Percebendo o quanto isso é um facilitador ou não na manutenção dos seus relacionamentos profissionais e pessoais.

Enfim, durante esse período em que desenvolvi os conteúdos em vídeo e de interagir com muita gente pelas redes sociais, desenvolvi um curso, usando conceitos de Coaching, da PNL (programação Neurolinguística) e ferramentas de administração, com uma abordagem profissional, para que as pessoas se qualifiquem, desenvolvam ou aprimorem suas habilidades em planejamento, foco e relacionamento interpessoal, mas que poderão usar de diversas maneiras, para a vida.

Uma abordagem que levará as pessoas a planejar seus objetivos, pensarem e tomarem decisões, sabendo que para cada uma delas haverão consequências. Partir da mesma base de conhecimento, compreendendo e respeitando a individualidade, principalmente, porque não somos iguais, acho que essa constatação não assusta ninguém não e"? "Cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é".



Links